Como Procurar um Contratante de Shows e Eventos

Como Procurar um Contratante de Shows e Eventos

Nesse vídeo de hoje entrevistei Aleksandre Ricardo, produtor conhecido e que dissemina conteúdo sobre Music Business. Experiente no ramo musical deu dicas e sacadas sobre como você deve se portar perante pessoas bem influentes na sua carreira. Confira:

Quando tudo começou na vida de Aleksandre Ricardo

Aleksandre Ricardo, aos oito anos de idade teve seu primeiro contato com a música ao ganhar uma flauta doce do avô. Ao tocar a flauta descobriu a vocação para a música, tocando Asa Branca, aos 18 anos comprou um violão e teve aulas com Kiko Loureiro. Logo após, montou uma Banda e começou a compor e logo já estava no meio da Produção Musical.

Buscando cada mais conhecimento despertou o desejo de entender a indústria da música: como se faz para contratar um show, a mentalidade de um contratante, assim se consolidando no mercado musical a mais de 30 anos.

Existe uma maneira correta de entrar em contato com contratantes de shows?

Sim, sempre tem uma forma mais agradável para entrar em conato com os contratantes. O senário ideal é que você como artista se faça conhecido primeiro e chame a atenção deles, para que eles te procurem e não o contrário. Só que mesmo assim, podemos fazer uma abordagem vencedora seguindo algumas dicas:

1º – Respeite os melhores dias para entrar em contato

Nunca entre em contato nos finais de semana e feriados, isso é um pecado! Pois nesses dias são os que os produtores de eventos estão mais sobrecarregados. Os melhores dias são, terça, quarta e quinta.

2º – Escolha a melhor forma de contato

O ideal é você procurar um contratante pessoalmente, nada supera um contato pessoal. Se possível se achegue a um amigo ou artista que já trabalha ou já trabalhou com esse empresário e peça para que ele indique você. Com a indicação dele será muito mais fácil dele te contratar.

Ao se apresentar cuide do visual, não exagere no look nem vá despojado demais, por esse primeiro contato é muito importante e você não quer passar uma má impressão, certo? 🙂

Se o pessoal não for possível, tente o contato telefônico e por último o e-mail.

3º- Seja breve!

Ao entrar em contato, por favor seja breve! O que menos tem os contratantes é tempo, por isso vá direto ao assunto, pois não é contado sua história de vida e tendo pena de você que eles vão lhe contratar ok?

Mesmo sem ter material profissional em mãos, posso apresentar meu trabalho?

Se você está começando e tem um material caseiro, então avise que é um material amador, seja humilde. Assumindo a verdade você ganha pontos com o contratante. Mostre que você já tem público, seguidores nas redes sociais contam muito nessa hora.

Preciso entender de Marketing Musical para deslanchar minha carreira?

A música é um negócio como qualquer outro. Você como artista deve ter isso em mente e parar de ficar fantasiado as coisas. Os contratantes querem ter lucro e vão contratar quem dará lucro a eles. Você como artista precisa vender o seu show, e logo precisa aprender como funciona o Music Business.

Hoje o mercado mudou, além de artista você também precisar ser um empreendedor. Entender do mercado da música é muito importante para que você continue nele e prospere.

Música não é sorte, deverá ser visualizado como empresa, com trabalho árduo, dedicação, devendo ter todo um aparato profissional, postura educada com fãs e contratantes, coloque uma causa para o seu público. O sucesso deixa rastros, é só você olhar os artistas estão na mídia, veja suas páginas e sua postura em entrevistas, se inspire. Precisa ter o talento, todo o trabalho árduo, ao surgir a oportunidade estará tudo pronto para o empresário e contratante.

Quer aprender como fazer seu proprio Marketig Muscal? Conheça o meu Curso de Marketing Musical.

Vale a Pena Participar de Concursos de Música na TV?

Vale a Pena Participar de Concursos de Música na TV?

Nós tivemos aqui no Brasil concursos de música para escolher a melhor voz e bandas como: Ídolos de 2006 a 2012, Fama da Rede Globo e atualmente o The Voice e Super Star. A pergunta é:

Vale a pena participar de concursos de música ou Reality Show na televisão?

O que quero passar neste vídeo é que existem duas formas básicas de conseguir visibilidade para a sua carreira (não digo o sucesso e sim, visibilidade). A primeira é quando você vai do público a mídia, neste caso o músico consegue o sucesso regional, com a base de seguidores e depois aparece na mídia.

A segunda é quando o músico vem da mídia para o público, neste caso, a mídia escolhe, seleciona esse indivíduo e o apresenta ao grande público, o que chamo de sucesso “artificial”.

As duas formas são bem-vindas, só que uma é obviamente melhor que a outra. Do público a mídia você tem um alicerce muito maior, como se fosse uma pirâmide, quando você está lá em cima, a base é muito maior. E esse é fluxo natural do sucesso na qual o público é quem escolhe o artista.

Ao contrário é como se fosse uma pirâmide invertida, você está alcançando um grande numero de pessoas, mas a tendência é afunilar o seu público e ir perdendo-o ao longo do tempo.

Defina seu objetivo

No caso dos reality, dependerá muito da sua meta, se a sua intenção é conseguir visibilidade para seus shows e ganhar um dinheiro sobre um certo período de tempo, pode ser uma boa opção. Agora, se você pretende uma carreira sólida, como a de alguns dos maiores nomes do meio musical, concursos de música não valerão tanto a pena, por quê?

Imagina que você vença o The Voice deste, isso não é garantia de sucesso mais pelo ao menos você ganhará visibilidade estando na maior emissora do brasil que é a Rede Globo. Mas mesmo que você vença um programa da Rede Globo, note que você não participará de nenhum outro programa de outras redes, como Record ou SBT pois a concorrência é grande e as outras emissoras não irão querer apresentar um músico da emissora concorrente. 

Mas, se você vencer no programa de uma emissora menor?

É o que acontece com a maioria dos vencedores, tanto que selecionei vários nomes e os únicos que estão na mídia até hoje é a Thaeme Mariôto, que acabou fazendo dupla sertaneja e ganhou sucesso, Tiago da dupla sertaneja com Hugo depois do Fama e Tiaguinho, que está fazendo sucesso, porém não venceu o Fama, ficando bem colocado e conseguido visibilidade para poder entrar no Exalta Samba.

Enfim, não estou dizendo que se é bom ou ruim, ou mesmo se você deve ou não entrar num concurso de música ou reality show. O que estou dizendo é o seguinte, a história está mostrando para nós que a grande maioria dos vencedores destes programas continuam no anonimato após um certo tempo que acabam.

Então para mim, o meu conselho é consiga uma base de fãs sólida, conquiste o seu público e assim você aparecerá na mídia, existem muitas formas para você conseguir mais público através de sua carreira e isso você irá conseguir acompanhando nossos conteúdos.

E ai, gostou desse conteúdo? Se você um Cantor, Compositor ou Artista Independente e quer aprender como alavancar sua carreira eu lhe convido a ser meu aluno no Curso de Marketing Musical. Esse treinamento é o que você precisa para aprender à alavancar a sua carreira musical.

Gravar um CD Independente Vale a Pena?

Gravar um CD Independente Vale a Pena?

Será que vale a pena gravar um CD independente hoje em dia? Bem, gravar o sonhado CD é algo ainda muito sonhado por músicos que estão buscando o sucesso.

Apesar do fato de que as opções digitais estão amplamente disponíveis para aquisição de música, os CDs ainda são vendidos por dezenas de milhões. Só que esse senário está mudando…

O CD ainda está consolidado no mercado musical?

O CD veio para substituir o vinil, sendo mais simples coloca-lo em um carro ou DISK-Play, mas dando margem à pirataria. Porém, com o advento das novas tecnologias a internet trouxe a possibilidade de baixar músicas sem a necessidade de comprar música na forma de CD.

Muitos acreditavam que isso seria a “morte do CD”, porém isso não ocorreu. Pois pouco tempo atrás, quase ninguém tinha banda larga em casa, necessitando baixar suas músicas e gravá-las em um CD.

Hoje em dia tudo mudou. Praticamente todos possuem banda larga, surgiram plataformas de streaming como Spotify, Deezer, YouTube e muitas outras. A realidade hoje é que cada vez mais os usuários acessam mais as músicas online do que compram CDs. O mercado está em constante transformação.

É muito mais fácil ouvir música sem o uso de um pendrive ou mesmo gravar um CD, basta ter um smartphone com uma banda de velocidade razoável e acessar a música e o artista que mais gostar.

Mas então, ainda vale a pena gravar um CD independente?

A estratégia que funcionava antes era investir em gravação e duplicação de CDs em laga escala. Acreditando que essa era a melhor forma de divulgação do seu trabalho, muitos músicos faziam empréstimos, vendiam seus carros para produzir muitas copias de seus albums para distribuir gratuitamente.

Alem disso vinha todo o trabalho de divulgação do artista de ir pessoalmente a barzinhos e eventos, levando seu CD em mãos. Trabalho esse que muitas vezes não dava o retorno esperado trazendo apenas frustração e gatos ao artista.

Por essa situação, muitos artista atualmente estão optando em dispor suas Músicas em MP3, tentando compartilhar pelas redes sociais seu trabalho, gerando uma nova situação: Quando você recebeu um arquivo MP3 de um artista, você compartilhou com outro amigo este arquivo?

Bem você já percebeu que quando você recebe um arquivo MP3, raramente compartilha com seus amigos via redes sociais.

Uma nova forma de usar o CD para divulgar sua música

Assim, retoma-se a situação inicial, o CD. Você pode buscar no CD a forma de dispor de seu trabalho já gravado em MP3, basta saber gerir esse trabalho de forma inteligente.

Hoje em dia a maioria das pessoas que compram CD, são os fãs do artista por exemplo, os fãs de Roberto Carlos. Mais nesse caso é uma outra realidade, pois já são artistas consagrados. E no seu caso que está começando? Bem quero deixar algumas dicas: 

#Dica 1: Faça um EP

Antes de você investir em uma gravação profissional recomendo que faça uma demo (pode ser uma gravação de violão e voz mesmo) das suas 4 melhores músicas autorais que você tem no repertório.

Logo em seguida compartilhe essas músicas no formato Mp3, presenteie as pessoas mais próximas e pergunte-as dentre as 4 músicas qual elas mais gostaram. Você vai se surpreender como as pessoas gostam de opinar 🙂

A mais votada por seus amigos será sua música de trabalho!

O próximo passo é você ir para o estúdio. Só que ao invés de gravar um CD completo com 12 faixas grave apenas 4 (quatro músicas) autorais no CD.

Gravadas profissionalmente, você terá um EP, muitos artistas de renome estão optando por este tipo de produto por ser mais barato. A sua música de trabalho será a primeira, reproduzindo poucas cópias a arte gráfica deixe por conta de um profissional.

Cuidado para quem você entrega esse trabalho, o EP você deixará para aqueles que farão a diferença, deixe o mp3 para a distribuição mais ampla, mas também tome cuidado!

Ficar pedindo para Blogueiros ou YouTubers divulgarem o seu trabalho pode não ser uma boa ideia, pois eles vivem de patrocínio, assim não aceitarão sua música a não ser que você pague para isso.

Portanto, não saia por aí entregando de graça seus CD físicos ou mesmo pedindo para as pessoas compartilhar na Internet, porquê isso não é bom.

#Dica 2: Grave um Single com Clipe

Um outra ideia que recomendo é gravar um single com clipe de vídeo. Com a música escolhida pelo público mais chegado você terá em mãos a pérola e pode colocar nela toda a sua energia. Pois afinal, para um artista fazer sucesso ele precisa de apenas 1 música, certo?

Nesse caso você investirá na gravação de audio e vídeo dessa música, e logo em seguida você investirá na divulgação da mesma nas redes sociais.

A vantagem de ter o material em audio visual são muitas. Uma delas é a tendência que veio depois do You Tube das pessoas não querer “só ouvir” mais além de ouvir elas querem “ver” sua música.

Afinal ouvir e ver ao mesmo tempo é muito mais atrativo do que só ouvir né? Sem falar que no vídeo é uma oportunidade de você parecer mais “profissional” e “famoso” para sua audiência. Sem contar que o vídeo engaja muito mais a audiência para curtidas e compartilhamentos na rede.

E ai, gostou desse conteúdo? Se você um Cantor, Compositor ou Artista Independente e quer aprender como alavancar sua carreira eu lhe convido a ser meu aluno no Curso de Marketing Musical. Esse treinamento é o que você precisa para aprender à alavancar a sua carreira musical.

Como Começar um Canal Cover no Youtube

Como Começar um Canal Cover no Youtube

Como começar um canal no YouTube? Essa é uma das perguntas que mais recebo pelo Whatsapp, e nesse video quero dar boas dicas pra você. Vamos nessa?

Leve seu Canal do YouTube muito a sério!

Uma das coisas mais importantes para começar é levar esse trabalho a sério. Ter um canal no YouTube não é algo fácil, da muito trabalho, para ter sucesso você tem que estar comprometido, se não o fracasso é certo. Não importa a rede social, seja Facebook, Instagram lhe exigirá tempo e esforço para você alcançar a fama, mais posso lhe garantir que vale a pena!

Define o Tema do seu Canal

Muitas pessoas querem ter resultado com as mídias sociais e o primeiro passo para isso é definir o objetivo do seu seu canal no You Tube: Fazer vlog, cantar, ensinar e assim por diante. Seu canal deve ter um objetivo, sem foco seu publico não terá um segmento e ficará difícil para você ampliar o nível de seguidores.

Defina um Cronograma de Trabalho

A maioria dos Youtubers não consegue resultados satisfatórios pois não são organizados na criação de conteúdo. Postar um vídeo hoje e talvez daqui uns 15 dias se tiver tempo postar outro…convenhamos, assim você não terá sucesso ou vai demorar muito tempo para crescer.

Seja organizado e consistente. Defina uma programação como: Dias de gravação, edição e postagem dos vídeos. Da ai em diante é colocar a mão na massa e tentar cumprir com todas as metas. Lembre-se que seus seguidores estarão a espera do seu vídeo na data que você marcou.

Não tenha pressa simplesmente comece, o crescimento será exponencial, se em um ano você conseguiu 1000 seguidores no próximo ano certamente isso será em dobro ou o triplo. Desde que você seja consistente e faça um trabalho de qualidade.

Faça o Melhor que Puder!

Ensaie muito, faça algo bem feito e diferente dos demais sempre colocando sua identidade. Não tente copiar os outros. As seguidores gostam de pessoas com personalidade não uma copia.

Recomendo você postar seus vídeos sempre pela  manhã porque assim suas notificações ficarão na timeline dos seus seguidores o dia todo.

De o seu Próximo Passo

Conheça o método que esta ajudando centenas de artistas a conquistar seu espaço. Finalmente você irá entender por que sua carreira musical não vai pra frente, o que você tem feito de errado, como corrigir estes erros e ter uma carreira musical próspera e duradoura. Clique aqui para saber mais.

6 Dicas de Marketing Musical para Tirar sua Carreira do Buraco

6 Dicas de Marketing Musical para Tirar sua Carreira do Buraco

É com muita satisfação que escrevo este primeiro post aqui no Super Vídeo Aulas. Quero agradecer ao Márcio Mourão pelo espaço e espero contribuir um pouco do que aprendi durante minha carreira com você que acompanha este site.

Bom, se você não me conhece, deixa eu me apresentar rapidamente.

Meu nome é Lucas Xavier, sou especialista em marketing musical (trabalho com isso ha mais de 8 anos) e também sou diretor da Hotstages.

Produzimos conteúdos sobre marketing, music business e planejamento de carreira para ajudar artistas a alcançarem os resultados desejados dentro da indústria musical.

Já ajudamos milhares de artistas com nossos conteúdos no Youtube e no nosso blog, inclusive músicos que já estavam quase desistindo da música.

Meu grande sonho é fazer com que o maior número possível de artistas com real talento saiam do anonimato e possam fazer do mundo um lugar melhor através da música.

Apresentações feitas vamos ao conteúdo.

Selecionei para você 6 dicas simples de marketing musical que podem tirar sua carreira do buraco e levar você ao topo. Já atendi centenas de alunos e clientes de vários segmentos musicais e estas dicas realmente fizeram a diferença na carreira de todos, por isso espero que faça na sua também.

Vamos lá!

DICA #1 – Antes de pensar em marketing musical, entenda o mercado musical

Antes de qualquer coisa, é importante entender perfeitamente como funciona o mercado musical. Entender como funcionam as regras do jogo antes de começar a jogar.

O grande erro dos artistas iniciantes é mergulhar de cabeça na indústria da música sem saber como funcionam as coisas. Você pode até aprender com o tempo, mas isso tem um preço alto demais, “o próprio tempo”.

DICA #2 – Escolher com sabedoria o segmento e o estilo a ser seguido

Mesmo que você não queira que sua música tenha um rótulo, o público irá te rotular, então você precisa escolhê-lo com sabedoria para que não se arrependa em longo prazo. Faça o que te deixe feliz, não entre na onda das modinhas. Pode ter certeza que independente do seu estilo existem pessoas que irão se identificar com a sua música.

Dica #3 – Antes de entrar para o estúdio, veja o que o mercado deseja

Antes de lançar qualquer projeto, pesquise o mercado. Procure saber se seu público e o mercado realmente querem o que você irá oferecer. Não faça um projeto só porque o outro também fez, procure inovar, procure saber o que seu público quer ouvir e ninguém está oferecendo a eles.

Dica #4 – Conheça os influenciadores do seu segmento musical

Dedique-se em manter um relacionamento com profissionais influentes do seu segmento musical. Uma rede de bons contatos é fundamental para o crescimento de sua carreira.  Lá no meu blog tem um conteúdo especial sobre como acessar pessoas influentes do seu segmento.

Você pode utilizar as redes sociais para isso, mas cuidado para não ser impertinente ao chegar nestes profissionais. Cuidado para não causar uma má impressão de início. E aprenda a mandar um release impossível de ser ignorado.

Dica #5 – Busque entender e agradar seu público

Descubra o que seu público realmente deseja de você e invista pesado no seu público, por menor que ele seja. Cada pessoa que chega a você com uma palavra de incentivo e admiração merece sua atenção respeito absoluto.

DICA IMPORTANTE: O melhor jeito de agradar seu público com sua música é entender o estilo de vida que ele tem e fazer músicas que contem as histórias que ele viveu.

Dica #6 – Planeje cada passo de sua carreira

“Se eu tivesse 8 horas para cortar uma árvore, gastaria seis afiando meu machado” – Abraham Lincoln

Antes de começar qualquer projeto, seja gravar uma música, uma composição, um vídeo ou um CD é fundamental ter em mente qual é o objetivo desta ação.Quem planeja tem suas chances de sucesso aumentadas.

Se você irá gravar um CD independente, precisa definir, por exemplo:

  • Como este material será distribuído?
  • Quanto eu tenho para investir em produção?
  •  Terei retorno sobre o meu investimento em quanto tempo?

Resumindo, não existe fórmula mágica para alcançar o sucesso na música, mas existem estratégias e práticas fundamentais caso você deseje atingir este resultado.

Se você gostou deste artigo e deseja se aprofundar mais no assunto eu tenho um convite muito especial pra você: As inscrições para o meu Curso de Marketing Musical estão abertas!

Conheça o método que esta ajudando centenas de artistas a conquistar seu espaço. Finalmente você irá entender por que sua carreira musical não vai pra frente, o que você tem feito de errado, como corrigir estes erros e ter uma carreira musical próspera e duradoura. Clique aqui para saber mais.